HIDE

Últimas notícias

latest

Polícia Civil prende mais um suspeito na morte de policial militar

A 30ª Delegacia de Polícia (São Sebastião) cumpriu, na noite de sexta-feira (5/3), em Planaltina (GO), um mandado de prisão contra mais um h...


A 30ª Delegacia de Polícia (São Sebastião) cumpriu, na noite de sexta-feira (5/3), em Planaltina (GO), um mandado de prisão contra mais um homem suspeito de participar do latrocínio (roubo seguido de morte) que culminou na morte do policial militar Leonel Martins Saraiva, baleado após reagir a um assalto.

De acordo com o delegado-chefe Adjunto da 30ª DP, Ulysses Luz, as investigações demonstraram que, além dos dois criminosos que foram presos no dia do crime, havia outros dois suspeitos que auxiliaram no crime.

As investigações continuam para identificar e prender o quarto assaltante. “O crime foi gravíssimo. Não mediremos esforços para identificar e responsabilizar todos os envolvidos”, afirma Ulysses.

O caso

O militar foi baleado com um tiro nas costas na Quadra 205 de São Sebastião, em 26 de janeiro, durante uma tentativa de assalto no Residencial Oeste. À época, a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) informou que o subtenente Leonel Martins Saraiva dava carona para funcionários da casa dele, por volta das 16h30, momento da abordagem.

Leonardo era dono de um restaurante gaúcho em São Sebastião, em frente a uma feira da região, e tinha costume de levar as funcionárias para casa após o expediente. O militar da reserva foi levado à Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de São Sebastião, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Vídeo obtido pela reportagem no início das investigações mostra o momento em que o PM da reserva é baleado. Nas imagens, o militar aparece em um Fiat Strada prata. O veículo está estacionado em uma rua, no Conjunto 3 da Quadra 205. Poucos segundos depois, dois homens aparecem, abordam o policial e o retiram do veículo à força. Duas mulheres que seriam funcionárias da vítima saem do automóvel correndo.

Ainda em 26 de janeiro, policiais militares do DF prenderam dois homens suspeitos de assassinar o PM da reserva. O sepultamento do subtenente reformado da Polícia Militar do Distrito Federal ocorreu na manhã de 28 de janeiro.

Nenhum comentário