HIDE

Últimas notícias

latest

Jovem estuprada por 6 homens relata abusos: "Poderiam me matar"

  Sob condição de anonimato, a vítima conversou com o Correio e detalhou a violência sofrida durante uma festa em Águas Lindas de Goiás. Trê...

 


Sob condição de anonimato, a vítima conversou com o Correio e detalhou a violência sofrida durante uma festa em Águas Lindas de Goiás. Três homens estão presos, incluindo um subtenente da PMDF

"Tentei não demonstrar pavor e segurei meu choro, porque eles poderiam me matar. Eu só queria que aquele terror acabasse." O desabafo é da jovem de 25 anos estuprada por seis homens em uma festa em Águas Lindas de Goiás (GO). O estupro coletivo durou ao menos cinco horas, até que a vítima conseguiu escapar.


Em entrevista exclusiva ao Correio, a mulher, sob condição de anonimato, detalhou os abusos. Moradora de Águas Lindas, município goiano distante cerca de 50km de Brasília, a jovem soube da festa por meio de um amigo com quem chegou ao local do evento.

A casa, com piscina, lotou. Da celebração, iniciada no fim da tarde de sexta-feira (8/10), dizia-se que não teria hora para acabar. O dono da propriedade é Daniel Marques Dias, 37 anos, irmão do subtenente do Batalhão de Polícia Militar Ambiental da PMDF (BPMA) Irineu Marques Dias, 44 anos, acusado pela jovem de ter iniciado o estupro coletivo.

Até certo momento, a festa transcorreu normalmente, com bebidas e narguilé. "Minha irmã, que não mora comigo, chegou a ir também, mas ela e meu amigo foram embora antes e eu resolvi ficar, já que no outro dia iria aproveitar para tomar banho na piscina", relatou.

Mal sabia a jovem que a diversão estava prestes a tomar um rumo aterrorizante, capaz de marcá-la para o resto da vida, segundo relata. Por volta das 3h de sábado (9/10), a vítima conversou com outras duas convidadas para saber onde ela poderia dormir. As meninas a levaram até um quarto, fecharam a porta e saíram em seguida. Em menos de um minuto, o subtenente da PMDF Irineu Marques Dias invadiu o cômodo. Em tom ameaçador, sacou a arma da cintura e colocou em cima da cama, ao mesmo tempo em que arrancava as roupas da jovem.

Fonte: Correio Braziliense


Nenhum comentário