HIDE

Últimas notícias

latest

Carnaval: na 3ª noite de operação, GDF interditou 6 estabelecimentos

Entre a noite de domingo de Carnaval (27/2) e a madrugada desta segunda-feira (28/2), 110 estabelecimentos foram fiscalizados pela força-ta...



Entre a noite de domingo de Carnaval (27/2) e a madrugada desta segunda-feira (28/2), 110 estabelecimentos foram fiscalizados pela força-tarefa montada pelo Governo do Distrito Federal (GDF). A ação resultou em oito estabelecimentos multados e seis interditados por aglomeração e falta de protocolo ou de autorização para funcionamento.

A Secretaria de Segurança Pública do DF (SSP-DF) coordena a ação, com turmas mistas compostas por integrantes das polícias Civil e Militar, do Corpo de Bombeiros, do Detran, do Instituto Brasília Ambiental, do Procon e da Vigilância Sanitária. Já a DF Legal tem 10 equipes em campo.

“A força-tarefa tem atuado de forma integrada e em atenção às restrições previstas no decreto. A ação tem ocorrido diuturnamente em locais previamente estabelecidos por meio de levantamentos de inteligência ou por denúncias”, diz o secretário de Segurança Pública, Júlio Danilo.

De sexta (25/2) a domingo, a Polícia Militar do DF (PMDF) realizou 2.123 abordagens pessoais. Foram registradas 1.946 ocorrências, entre elas a apreensão de 18 armas brancas e nove de fogo. Somente no domingo, os militares autuaram 230 motoristas por dirigir alcoolizados e 29 por dirigir inabilitados.


O Detran-DF registrou ainda 62 infrações diversas, como veículo não licenciado, falta de equipamento obrigatório e problemas na parte elétrica. Na ação, 41 condutores foram autuados por embriaguez e 12 veículos foram removidos. Os agentes contabilizaram, ainda, sete inabilitados e três CNHs suspensas.

A força-tarefa de Carnaval segue até esta terça-feira (1º/3). A ação, iniciada na última sexta-feira, ocorre de forma simultânea nas áreas monitoradas pelos seis comandos de policiamento regional (CPRs), sempre das 18h às 2h. Durante o dia, a DF Legal segue com operações com o mesmo foco.

Quer ficar ligado em tudo o que rola no quadradinho? Siga o perfil do @brasiliaconectadaoficial Instagram 












 

Um comentário

  1. "We're not printing in a factory - we're OXO Can Openers not printing parts. Everything is set up on-site and printed right there on website," mentioned Matthew Gile, the founder of Emergent 3D. New York’s legal professional basic has changed the rules of a state gun buyback program after a participant exploited the system by utilizing a 3D printer to make firearm parts in bulk that he then turned in for $21,000 in reward cards. We imagine in a future the place interplanetary life fundamentally expands the possibilities for human expertise. In realizing this audacious imaginative and prescient, our long-term objective is to improve humanity’s industrial base on Earth and on Mars. Relativity is constructing the primary autonomous rocket factory and launch providers for satellites.

    ResponderExcluir