HIDE

Últimas notícias

latest

Governo investirá R$ 67,5 milhões na construção de 70 módulos escolares

“ Esse repasse para a Novacap executar a construção dos módulos é mais uma confirmação de que a educação é uma prioridade da gestão do gover...


Esse repasse para a Novacap executar a construção dos módulos é mais uma confirmação de que a educação é uma prioridade da gestão do governador Ibaneis Rocha”

Fernando Leite, presidente da Novacap

Foi dada a largada, nesta terça-feira (2), para um empreendimento que beneficiará o ensino público em todo o DF. A Novacap deu início à limpeza e demarcação do terreno onde será construído o primeiro dos 70 módulos que vão ampliar 56 escolas em diversas regiões administrativas (RAs). As primeiras unidades beneficiadas serão a Escola Classe 16 Planaltina e o CEI 01 da cidade. “Daremos continuidade para as escolas que serão contempladas, definidas a cada mês”, afirma o diretor de Edificações da Novacap, Rubens de Oliveira. 

Ao todo, 420 salas de aulas serão construídas para o desafogamento de turmas, permitindo que 14.700 alunos possam ter mais conforto estudando perto de casa. Os investimentos do GDF serão de R$ 67,5 milhões.

“Esse repasse para a Novacap executar a construção dos módulos é mais uma confirmação de que a educação é uma prioridade da gestão do governador Ibaneis Rocha”, pontua o presidente da Novacap, Fernando Leite. A medida também vai reduzir custos da Secretaria de Educação (SEE) com o transporte escolar de crianças que precisavam se deslocar em maiores distâncias para ter aula.

43,8 m² Tamanho de cada sala de aula, que terá capacidade para 35 alunos

A proposta foi desenvolvida considerando seis salas de aula, dois banheiros para pessoas com deficiência e dois para uso geral, em cada um dos 70 módulos. Também há módulos com quatro salas de aula e dois banheiros. A estrutura será convencional, com vedação em alvenaria, cobertura metálica e telhas termoacústicas, que diminuirão o calor e o barulho. Cada sala de aula possui área de 43,8 m² e capacidade para 35 alunos, em conformidade com o disposto no Decreto nº 20.769, de 1999. Os blocos contam ainda com pátio descoberto, áreas de circulação e de convivência e canteiros.

“Os blocos estão vindo por duas razões: para desafogar uma demanda reprimida por vagas em escolas nas mais variadas modalidades de ensino, em praticamente todas as regiões administrativas do Distrito Federal, urbana ou até mesmo rural, e também como possibilidade de ampliar a escola em tempo integral”, afirma a secretária de Educação, Hélvia Paranaguá. “Os prazos de construções são relativamente rápidos e atenderão o principal objetivo da Secretaria de Educação, que é levar escola para perto de onde os estudantes moram.”



Fonte: Agência Brasília 




Nenhum comentário