HIDE

Últimas notícias

latest

Ibaneis quer autorizar realização de eventos a partir de sexta no DF

O governador Ibaneis Rocha (MDB) afirmou, na manhã deste domingo (9/5), que pretende reabrir as atividades do setor de eventos a partir da p...


O governador Ibaneis Rocha (MDB)afirmou, na manhã deste domingo (9/5), que pretende reabrir as atividades do setor de eventos a partir da próxima sexta-feira (14/5), quando mais 100 leitos de Covid-19 serão entregues como resultado da inauguração do segundo Hospital de Campanha do Distrito Federal.

Durante entrevista exclusiva à Rádio Metrópoles, o titular do Palácio do Buriti explicou que, a princípio, a ideia é restringir as programações para 25% do público.

“Eu estou com com essa parte em estudo e eu quero ver se a gente consegue liberar pelo menos com 25% do público, a partir de sexta-feira, quando nós vamos abrir o segundo Hospital de Campanha”, disse.

De acordo com o emedebista, a expectativa é flexibilizar as restrições para um dos mais afetados setores durante a pandemia da Covid-19 na capital federal.

“Eu acho que a gente já tem condições. Abre o primeiro com esses 25% do espaço, avalia, e aí eu vou aumentando aos poucos”, disse.

Ibaneis Rocha foi o convidado da estreia do programa Domingão da Metrópoles, comandado por Sandro Gianelli e com participação de integrantes da emissora, além do repórter Carlos Carone, do Portal Metrópoles.

Horários de funcionamento

Com a chegada da segunda onda de infecções da Covid-19, Ibaneis determinou um novo lockdown no Distrito Federal e vem, a partir da análise dos números fornecidos pela Secretaria de Saúde, autorizando a retomada do funcionamento das atividades, como ocorreu com bares, restaurantes, shoppings e lojas de rua.

Na última sexta-feira (7/5), o emedebista autorizou a ampliação do horário de funcionamento do comércio de rua do DF. Alguns segmentos passam a operar das 9h às 20h. Nesse rol, entram lojas de calçados, de roupas, serviços de corte e costura, armarinhos, lojas de tecidos, lavanderias, tinturarias, empresas de tecnologia, lojas de equipamentos, de suprimentos de informática, setor de eletroeletrônico, de móveis, óticas, papelarias, entre outros. Antes, a abertura era às 11h.

Salões de beleza, barbearias, esmalterias e centros cosméticos podem abrir às 8h e fechar às 19h — até essa quinta-feira (6/5), o funcionamento era a partir das 10h. O mesmo vale para agências de viagem, operadoras de turismo, serviços de reservas e atividades de organizações associativas.

Antes, o governador já havia prolongado o funcionamento de outros segmentos e reduziu o toque de recolher, que, atualmente, está em vigor da 0h às 5h. Bares e restaurantes podem ficar abertos até as 23h.


 

Nenhum comentário