HIDE

Últimas notícias

latest

Legião vai ao TJD por possível falsidade em idade de atleta do Taguatinga

Os bastidores do futebol do Distrito Federal esquentaram às vésperas do primeiro jogo da final do Campeonato Candango sub-20. Isso porque o ...


Os bastidores do futebol do Distrito Federal esquentaram às vésperas do primeiro jogo da final do Campeonato Candango sub-20. Isso porque o Legião Futebol Clube, eliminado nas semifinais do torneio, denunciou possíveis irregularidades na documentação do jogador Tomaz Alves Reis, do Taguatinga, que teria adulterado seus dados oficiais, a fim de competir na categoria abaixo de sua faixa etária. A reportagem do Distrito do Esporte teve acesso aos documentos e à Notícia de Infração Disciplinar Esportiva, feita pela diretoria do Leão perante ao Tribunal de Justiça Desportiva do Distrito Federal (TJD/DF).

Conforme o regulamento do Campeonato Candango sub-20, somente atletas nascidos a partir de 2001 podem participar da disputa. Tomaz Alves Reis, meia-atacante do Taguatinga, foi inscrito a partir da data constatada em certidão de nascimento por ele apresentada: 14 de janeiro de 2002. No entanto, documentos obtidos pela reportagem indicam uma possível irregularidade: o atleta teria nascido em 1998, ou seja, estaria com 23 anos. Ao DDE, o TEC refutou a possível irregularidade e alegou ter provas de que o jogador não adulterou a idade.

A Certidão de Nascimento inverídica, e usada inclusive no registro do jogador no sistema da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), teria sido expedida no município de Palestina do Pará, no estado do Pará. No entanto, segundo o Legião, a própria serventia informa “que a certidão de nascimento possivelmente não é verdadeira”. Certidão expedida pelo Cartório do município atesta, também, que nem mesmo as informações para contato, ou seja, telefones e e-mails, contidas no documento de Tomaz Alves Reis, seriam verdadeiras.



Certidão de Nascimento de Tomaz Alveis Reis supostamente emitida no Cartório de Palestina do Pará

O Selo de Segurança do documento do jogador também não apresentaria autenticidade. Uma consulta no sistema do Tribunal de Justiça do Estado do Pará (TJPA) para verificação da validade do documento, também feita pelo Legião e anexada no processo instaurado no TJD/DF, porém, constata que o selo utilizado pertence ao Cartório do 1º Ofício de Protesto da Comarca de Marabá/PA.


Sistema do Instituto do Registro Civil das Pessoas Naturais do Estado do Paraná não reconhece matrícula da Certidão de Nascimento de Tomaz Alves Reis
O sistema virtual do Instituto do Registro Civil das Pessoas Naturais do Estado do Paraná também não reconhece a matrícula da Certidão de Nascimento do jogador. Segundo a denúncia da Legião, a cópia da Certidão de Nascimento teria sido autenticada no Cartório de Iracemápolis, interior de São Paulo, em 2/9/2019. O selo do documento também não é reconhecido pelo sistema do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ/SP).

Na denúncia obtida pela reportagem, o Legião diz chamar “a atenção o fato de a cópia da Certidão de Nascimento ter sido autenticada em 02/09/2019 e todos os documentos terem sido emitidos nos dias seguintes”. O CPF de Tomaz foi emitido três dias depois da autenticação da cópia de sua Certidão de Nascimento, enquanto a Carteira de Identidade foi emitida em 6/9/2019 e, por fim, a Carteira de Trabalho em 26/9/2019.

A reportagem confirmou que a denúncia foi recebida pelo Tribunal de Justiça Desportiva do DF e já está na mão do procurador-geral da entidade, Felipe Lacerda. Portanto, se comprovadas, as falsificações de documentos do jogador podem resultar, segundo o artigo 234 da Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBDJ), em uma suspensão de 180 a 720 dias, multa de R$ 100,00 a R$ 100.000,00 e eliminação em caso de reincidência.
Presidente do Taguatinga comenta o caso

Questionado pelo Distrito do Esporte acerca da situação envolvendo o ex-jogador do Taguatinga, o presidente do clube, Edmilson Marçal conta que o caso está sendo monitorando, pois, segundo ele, até o momento, só ouviu “boatos”.

“O Taguatinga não foi intimado oficialmente. Verificamos a identidade e o passaporte do atleta junto à Polícia Federal, e os dois documentos são verdadeiros. Se para a Polícia Civil e Federal, a documentação é verdadeira, quanto mais para o Taguatinga”, declarou o dirigente.

Edmilson Marçal explicou à reportagem que os únicos documentos apresentados pelo jogador e seu staff foram a Carteira de Identidade e Passaporte. Segundo o mandatário, os os registros são originais e foram feitos, respectivamente, na Polícia Civil e Polícia Federal.

“Se ele conseguiu enganar a Polícia Civil e Federal, eu não sei, pois nenhuma Certidão de Nascimento foi apresentada ao Taguatinga”, disse.

Passaporte de Tomaz Alves Reis – Imagem cedida ao Distrito do Esporte

Carteira de Identidade de Tomaz Alves Reis – Imagem cedida ao Distrito do Esporte

O que diz a FFDF?

O diretor de competições da Federação de Futebol do Distrito Federal (FFDF), Márcio Coutinho, disse que a entidade ainda não foi notificada sobre o caso. No entanto, comentou que está ciente da ação tomada pelo Legião. “Só poderemos opinar depois do julgamento, pois não temos conhecimento do processo”, acrescentou.
Participação do jogador no Campeonato Candango sub-20

O Taguatinga é finalista do Candanguinho, porém, para chegar até à decisão, o TEC precisou passar pela primeira fase, quartas de final e semifinal. Com isso, Tomaz foi peça fundamental na trajetória da equipe no torneio. O jogador foi escalado em três partidas: na derrota por 2 a 0, diante do Capital, em 19/6/2021; na vitória por 2 a 0 frente ao Sesp/Samambaense; e no empate por 1 a 1 contra o Brazlândia. Portanto, a Águia ganhou quatro pontos em nove possíveis com o jogador em campo.

O meia, que, segundo fontes, tinha um desempenho muito bom, foi dispensando ainda na primeira fase. Hoje, Thomaz está na Arábia. Mediante às irregularidades, o Legião formalizou a Notícia de Infração, pedindo a aplicação de pena de perda de 13 pontos e a exclusão do Taguatinga da competição regional. Através disso, os legionários poderiam disputar a final do Campeonato Candango sub-20 diante do Real Brasília, que inicia neste domingo (29/8), às 10h, e garantir vaga na Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2022.


Fonte: Distrito do Esporte 





 

Nenhum comentário