HIDE

Últimas notícias

latest

ZÉ TROVÃO MOSTRA DECEPÇÃO COM ÁUDIO DE BOLSONARO E MANDA RECADO

“A minha vida está destruída porque eu estou hoje sendo perseguido politicamente com mandados de prisão e passando por tudo com risco de nun...



“A minha vida está destruída porque eu estou hoje sendo perseguido politicamente com mandados de prisão e passando por tudo com risco de nunca mais ver minha família”, lamentou o caminhoneiro foragido da Justiça


O caminhoneiro Marcos Antônio Pereira, conhecido como “Zé Trovão”, gravou vídeo na madrugada desta quinta-feira (9) mostrando decepção com a mensagem do presidente Jair Bolsonaro pedindo que caminhoneiros liberem as rodovias brasileiras. Zé Trovão é investigado em inquérito da Procuradoria-Geral da República (PGR) que apura ameaças à democracia e está foragido da Justiça.


No vídeo, Zé Trovão mostra desconhecimento quanto à veracidade do áudio e desabafa: “A minha vida está destruída por que eu estou hoje sendo perseguido politicamente com mandado de prisão e passando por tudo com risco de nunca mais ver minha família, porque eu não vou pra cadeia, porque eu não sou bandido”, afirma.


Em seguida, o caminhoneiro pede que Bolsonaro grave vídeo com data e hora para que assim possa obedecer à ordem. “Nós queremos que o senhor fale para o povo brasileiro isso, que o senhor faça um vídeo, fale a data, fale o dia, e que o senhor peça para nós, caminhoneiros, abrir [sic]. Porque daí, sim, nós vamos fazer vídeo pedindo para liberar as pistas. Sem isso, presidente, eu não vou fazer, porque não dá mais para confiar em áudio e vídeo sem data, sem nada, porque pode ser coisa antiga”, prossegue Zé Trovão.


O áudio que circulou na noite de quarta (8), no entanto, é verdadeiro e foi confirmado pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas. Tarcísio chegou a também gravar vídeo para confirmar a veracidade. “É real, é de hoje e mostra a preocupação do presidente com a paralisação dos caminhoneiros. Essa paralisação iria agravar efeitos da economia e de inflação e iria impactar os mais pobres, os mais vulneráveis”, declarou.


“Veja bem tudo que está acontecendo não só na minha vida, mas na de tantos, como do Wellington Macêdo, Oswaldo Eustáquio, Sara Winter, Daniel da Silveira, que tá preso… então, a gente precisa resolver tudo isso” concluiu Zé Trovão. Os nomes citados por ele são de bolsonaristas que atentaram contra a democracia e hoje são investigados pelo Supremo Tribunal Federal (STF).



FORA DO BRASIL?

Zé Trovão está foragido desde a semana passada, quando o ministro Alexandre de Moraes, do STF, determinou a prisão do bolsonarista. De acordo com a CNN, o caminhoneiro teria deixado o Brasil uma semana antes, no dia 27 de agosto. O advogado dele, Levi de Andrade, afirma não saber onde o fugitivo se encontra.

Fonte: Jornal de Brasília

Nenhum comentário